HOJE VAI SER DIFERENTE

Taxista mau-caráter
Fechou-me outra vez
Todo dia é isso
Um filho da puta taxista fecha-me a magrela
Tenho ombro fodido
Porta aberta de um
Raça de palhaços
Ele abriu a porta
Protegi com a mão
O ombro...
Pleck...
Beijei o chão
Não posso andar de bicicleta
Meu ombro estala
A magrela foi pro caralho
Outro dia estava de carro
Calmo
Indo pro trabalho
Um taxista parou na minha frente
Rua Gomes Carneiro
Rua onde passa um carro
O idiota ao invés de parar no recuo
Não
Pisou no freio
Parou!
No meio da rua
Ligou o pisca–alerta
E foda-se
Pisca-alerta de taxista é foda-se
Eles ligam o foda-se
Pronto
Param em qualquer lugar
Ainda enfio a Pica-alerta no cu de um
Eles ligam o foda-se
Eu
Pica-alerta no cu deles!
Imaginam-se os donos das ruas
Quando eu quebrar o pescoço deles
Vai estalar
Vai sim
Igual meu ombro
Vão ouvir
Hoje vai ser diferente
Vou matar um taxista

Pablo Treuffar
Licença Creative Commons
Based on a work at www.pablotreuffar.com
A VERDADE É QUE EU MINTO

A VERDADE É QUE EU MINTO

25 comentários:

Anônimo disse...

irado

Anônimo disse...

Olá pablo!
vi vc na comonidade "o que você está lendo " onte vc criou esse tópico, muito bom.

Anônimo disse...

To aki pra divulgar dois concursos literários que A Casa da Arte de Escrever está lançando.
Todos os dois tem primiação
Primeiro lugar R$2,000
Segundo lugar R$1,000
entrem no orkut para ver o regulamento

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=5079155122319558017

Ou então entrem em www.clubedaartedeescrever.blogspot.com

Adiantando os temas

O primeiro concurso é na categoria redação com o tema violência carioca
O segundo concurso tem duas categorias contos/poesias com o tema livre

Entra lá e deixa seu comentário

Qlq dúvida pode deixar um scrap


Boa noite para todos

Marco

A Gata por um Fio disse...

Lendo Te Lendo

num taxi em movimento...

julio rasta disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk como eu ri desse texto.
conheço bem o fato.

Erica Maria disse...

Ah, brigada viu?

Vc também escreve mtoooooooo bem, adorei mesmo!!!

é bastante carnal, mas a poesia está em tudo!!!

Volte sempre, tb gostei daqui!

Bjos!

Marcus Delt@ Alcoforado disse...

cu de taxista é com pó de vidro!!!

Abismo do Obscuro disse...

Gosto dos seus textos. Te adicionei.

Abraço.

Anônimo disse...

Demais

Mara

Penny Lane disse...

Muito, muito bom!

Laura disse...

Também não sou fã dos taxistas, destesto ficar atrás deles no trãnsito, e ainda eles usam a faixa da esquerda pra ficar passeando.

Gostei do blog e também estou te seguindo.

ALEX disse...

pode matar todos....mas deixa o Fred de lado...o cigarro , a coca-cola e o sobre-peso já vão fazer isso.
adorei !!!

Regina d'Ávila disse...

Taxi e ônibus...quando ligam o " fo..." sai do lado...hahaha
Beijos,

Anônimo disse...

Bom, direto e reto.

Sérgio Alcali

anita sereno disse...

ola desculpa evadir teu espaço mas não pude deixar de ler o que voce escreveu ai eu realmente não estou a par do acontecimento mas é deveras louco como pode alguem fazer isso ? bem te desejo tudo de bom boa sorte amei seu espaço

Pablo Treuffar disse...

amigos, só na metáfora, mais uma x obrigado.

Cristiano Contreiras disse...

adorando te ler!

Reflexo d Alma disse...

seguir com a pro-vo-ca-ção?
ja estava escrito...esta la...
bjins

... disse...

Cristiano e Reflexo

vlw

HONESTA OPNIÃO disse...

Não falo com o intuito de ofender. Apenas comunico-lhe q seu texto é pedante, tentativa tosca de imitar ritmo de escrita alheia. Só que sem alma. Tenho certeza q o envia pra seus amigos e cobra comentários. Eles provavelmente ficam sem graça de lhe dizer o quanto é desinteressante. Você, numa auto-ilusão TALVEZ inconsciente, aceita essas migalhas que por piedade lhe atiram e vai montando seu fictício ego inflável, que transparece em seus textos. Você pensa estar atirando pérolas, sacadas magníficas, num tom profético de quem leu um ou dois livros dos grandes filósofos e encontra-se num torpor delirante de quem está assinando geniais citações. Em outras palavras: Você ACHA que escreve bem. Cuidado! Você acaba acreditando. Os outros não. Motivação do meu comentário: Medíocridade sonsa não pode. E quando ela é MUITO grande, as vezes não se dá conta, necessita-se então alertá-la. Pronto. Agora pode apagar o único comentário honesto que já recebeu e voltar pra terra do peter pan. Mas CIENTE de sua medíocre mediocridade.

Giovani disse...

começo, meio e fim, sem elementos superficiais, voz própria, linguagem diferenciada.

podem falar o que quiserem, mas o treuffar tem estilo. e eu gosto das coisas que ele escreve! acho fera.

Anônimo disse...

não lembro se já comentei esse em alguma outra comunidade.
se comentei... espero que seja coerente com o que eu disser agora... rsrs
gostei! mandou super bem e desceu redondo!

CADO

Anônimo disse...

..
Gosto dos teu textos... Bastante realistas, esse, especialmente, um pouco do que quase todos nós pensamos, mas só pensamos...

Suzi

ÍndiaOnhara disse...

Tadinho dos motoristas de táxi...
Mas, até hoje um (danado), apropriou-se de um casaco de couro que eu tinha.
Adorava o casaco. Tinha voltado de férias (Guaratuba e Curitiba) e,
ao entrar no Táxi (Maringá), deixei o meu casaco de couro no banco do benedito tal táxi. Não deu outra, eu estava zonza da viagem e ao sair esqueci o pobrezito ali, repousando. No mesmo dia (à tarde), eu liguei para a central de táxi da rodoviária e falei das características do talzinho do motorista. Todos me indicaram onde encontrá-lo.
Então, liguei para o senhorio que disse não ter visto o casaco e nunca me entregou. SnifiT. Ai que vontade que deu de esganá-lo. O que se encontra perdido, perdido está?
Não, porque eu o informei que o talzinho do casaco tinha dono, é tinha....

(Apreciado, pelo causo)

abraços!

P. Treuffar disse...

obrigado a todos