ANDO POR AÍ

Tudo na merda
Pensamentos negativos
Nada de bom
Desagradável
Perspectivas erradas
Delírios efusivos
Desarmonia
Tudo que eu não quero eu tenho
Tudo que eu não gosto pinta
E vai piorando
Depois da erva do diabo, fode!
Sou uma minhoca trabalhando no subsolo de uma delegacia
A vida não sorri aqui
Sem janelas
Sem sol
Dias passam sem paisagem
Vou carregando o peso dos outros
A prisão do trabalhador é ganhar
Expectativas alheias às necessidades humanas
A obra da existência é o desconhecimento
Somos cadáveres insepultos de olhos abertos
Bebidas, cigarros e calmantes são os subterfúgios aceitos.
Ando por aí

Pablo Treuffar
Licença Creative Commons
Based on a work at www.pablotreuffar.com
A VERDADE É QUE EU MINTO

A VERDADE É QUE EU MINTO

Nenhum comentário: