O ASSASSINO DO BAR DO ESCRITOR – todos querem as vadias do Bar

Sentados no Bar do Escritor conversávamos bebendo muito:

– Pede outra Glauber.
– Porra Zulmar, o Intragável adestrou mais uma, ela tava se exibindo igual uma foca aqui ontem, dizendo pra todo mundo que é a nova puta dele.
– Quem?
– Uma tal de Bauh de Bouquet.
– Mas ele não tava comendo a Rare Mouth Garbuio?
– Pois é! Uma tem foto de boca, a outra tem nome, fato é que o Treuffar tá passando a pica em geral, essas Marias Teclados fazem tudo pra serem as queridinhas do Bar.
– Relaxa Glauber, esse merda me liga todo dia de manhã, se não me engano tinha me dito que essa tal de Bauh de Bouquet é o Benitez ou o Wandyko.
– Quem é Wandyko?
– O Wandyr, porra!
– Não é! O Wandyr é um cara maneiro, parceiro total e o Benitez é fake, mas é do bem, agora o Intragável não passa de um oportunista se aproveitando da ausência do Iemini pra comer geral com esse papinho de Moderador, de Deus do Bar, e convenhamos, ele escreve mal pra caralho!
– Hahaha… E ainda tem a Denise que fica babando o ovo dele em comentários do tipo “o Sr. Treuffar Dominador é o máximo” e tal e coisa, e cosa e tal, fora a gostosa da Pat e uma Sonia que aparece de vez em quando por aqui.
– Porra… Elas ficam se bajulando entre si, sem ciúmes ou concorrência, esse puto é um agregador de bucetas, parece que elas ficam todas se pegando com ele, apareceu outra agora, tal de Jéssica, chegou postando uma comparação entre ele e o Rubem Fonseca, vê se pode uma porra dessa!?
– Aí é demais…
– Temos que dar um fim nisso.
– E seu eu falar com ele, o Pablo é liberal, podemos fazer uma suruba com essas putas todas, a Rare Mouth é uma gostosa, escreve um monte de sacanagens, se bem que ela sempre mata no final, não importa, ela foi eleita a musa do Bar, junto com a Jane, é bom lembrar… Ahhh… A Jane… E essa tal de Bauh de Bouquet é gostosa?
– Ele comeu a Jane também?
– Não, a Jane não, porra! Pelo menos ela não fica aqui no Bar se mostrando pra ele, quase não aparece por aqui.
– Não quero saber! Eu quero acabar com essa porra!
– Acho que essas mulheres são fakes de autopromoção, por isso ele fica me ligando de manhã, pra me confundir.
– Porra Zuza, conhecemos a Jane.
– Será que somos todos fakes? O Pablo veio com um papo de Walyse de True Faux, disse que é o fake detetive dele.
– Para de Beber Zuza! Que merda é essa? Quem é Walyse de True Faux?
– Ahhh… Você não sabe!? O fake do Pablo!
– E fake bebe?
– O meu bebia tanto que o matei! Por quê?
– Olha aquela mesa ali.
– Qual?
– Porra, Zuza, lá no canto.
– Caralho, não tô acreditando, são a Rare Mouth, a Denise, a Pat, a Sonia e a Jéssica, figurinhas carimbadas aqui do Bar, só maravilhosa! Mas quem é aquela no colo dele?
– Deve ser a tal de Bauh… Como é que é mesmo?
– Bauh de Bouquet… Cara, a Rare Mouth tá beijando a Pat e a Denise, vamos sentar lá com elas, essa Bauh também é uma gata, vamos lá, falamos um pouco de literatura e depois piroca nelas.
– De jeito nenhum, o Intragável é insuportável, tá se achando o caçador, mas tem que tomar cuidado pra não virar caça.
– Mas ele tá chamando a gente, tá acenando pra cá.
– Não!!!
– Mas elas são bárbaras, tem jeito de devoradoras de homens e tão todas se querendo pra gente.
– Zuza, presta atenção, a casa caiu, sua mulher tá querendo invadir o Bar, já mandei a Jane abrir o olho.
– O que tem a Jane?
– Porra limão, todo mundo sabe que você come a Jane desde os tempos do Orkut, então fica de boa e me ouve.
– Hein!?!?
– Sua mulher, mané! Ela tá sentindo o cheiro das cadelas do Bar, ou você acha que ela não desconfia do por que você passa mais tempo aqui do que em casa com ela.
– Tá foda hein… Quer me foder me beija… Enquanto isso o Intragável tá ali se esfregando com essas putas todas, bem na nossa frente, preciso beber mais pra te aturar.
– É verdade, o filho da puta tá bem ali no bem bom. Porque você não o mata?
– Eu?
– É, manda bala, ai sobra umas buças pra gente.
– Mas ele compartilha, o intragável é suingueiro, pra que matar, eu não quero me foder, eu quero foder.
– Paga outra cerveja e vamos finalizar esse oportunista.
– Porra Glauber, paga uma.
– Continua me ouvindo…
– Não tô te entendendo…
– Esses seus olhos de ressaca são sua maldição, devia te dar um tiro.
– Sai de mim, guarda sua raiva, mais amor no coração irmão.
– Fica na tua… Se eu visse um olhar desmaquiado, troncho, esquisito, assim, tipo o seu, por aí, e o corpo fosse material consumível, saberia ali estar a minha próxima refeição.
– Tu não tá falando coisa com coisa parceiro, para de beber, acho que tu tá comprando crack dos seus detentos.
– Tu é fraco Zulmar, não tem filosofia no seu ser.
– Guarda a filosofia pra você, me finjo de intelectual só pra comer o cu das almas bêbadas.
– Já volto Zuza.

****************

- “Deveras, a parada é essa, ele levantou e disparou três tiros, o Treuffar caiu morto, Glauber foi preso, quem diria, de carcereiro a encarcerado, enfim, eu continuo comendo a Jane no sapatinho e frequentando o Bar na surdina das madrugadas com minha cara de limão, mas a novidade é que o Iemini voltou ao Bar e tá comendo todas de novo.”

- “Zulmar, bora matar o Iemini também!”

FIM

Pablo Treuffar
Licença Creative Commons
O ASSASSINO DO BAR DO ESCRITOR de Pablo Treuffar é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Based on a work at www.pablotreuffar.com
A VERDADE É QUE EU MINTO

A VERDADE É QUE EU MINTO

8 comentários:

Bárbara Vieira disse...

adoro qnd tu brinca com erotismo, é bom com essas coisas!

Caroline Dlugoss Fasolin disse...

só vc mesmo, hahaha vc se acha muito, vc tem problema, fico curiosa imaginando como é a mente de um escritor como vc, e o meu negócio q vc ia escrever? desistiu? devem te pedir isso o tempo todo, mas é mt bom esse seu bar, bjim

Zulmar Lopes disse...

O cara conseguiu uma façanha: Transformar-me em álter-ego de mim mesmo. Hahaha acho que você está obcecado com essa história de fakes, Pablito, rs

Patricia Garbuio disse...

Eu achei muito hilário! Dei muita risada aqui! Adorei!

Glauber Vieira Ferreira disse...

Maria teclado é boa, rsrs.

Tem umas danadas aí citadas que não conheço. Darei uma pesquisada…

Sonia Oliveira disse...

Nesse você foge do estilo treuffariano, normalmente você prefere quebrar linhas ao invés de usar ponto e virgula, mas me conta, quantas vezes você já morreu nos seus contos? haha vou cobrar direitos autorais, hein bonito!

Denise Fernandes disse...

amigo vc é muito insano ….rsrs…eu sou a que bajulo mais o Sr Treuffar Dominador, pq sou a que mais amo rsrs…bjss muito bom e divertido … adorei ser lembrada mesmo que de forma tão depravada ..eu diria …ou melhor disse ..hehe bjs pra vc meu amigo ,irmão e grande escritor!!!!

Bauh de Van Diko disse...

Um joinha eh meu! Adorei! Principalmente a parte que a Bouquet senta no teu colo rsrsrsrrsrsr
Sugestao: podia ser criada uma categoria só com contos sobre o BdE, seus fakes, suas historias…